A Voz das Províncias

NATAL

Traz sempre um amanhã, uma nova oportunidade para fazer bem as coisas, como afirma Thiago de Mello:

           “A verdade é luz pequena

              Andando na escuridão;

              Da terra ela nasce e cresce,

              No peito se faz clarão”.

Deus, no seu infinito amor, envia seu Filho repleto de luz e verdade para fazer brilhar em nós sua salvação. Jesus é o Emanuel, o Deus sempre conosco.

Natal é a festa da alegria, da simplicidade, do amor e da fraternidade. Jesus quer nascer em nossos corações para nos transformar, para sermos bem mais parecidas/os com Ele em palavras e ações... Esse é o verdadeiro sentido do Natal.

Feliz Natal para casa um/a de vocês nesse novo nascer de Quem sempre nos traz luz, novo amanhã!

(Ir. Solanje Tavares de Carvalho – Priora Provincial)

 

Leia Mais
Notícias
  • Em pleno mês de junho, época das festas populares no Brasil, diversos santos são homenageados: Santo Antônio, São João, São Pedro e São Paulo, estes dois últimos exaltados no dia 29. “Também recordamos com muito carinho a figura do papa, hoje Francisco, sucessor de Pedro e Vigário de Cristo. Proponho a vida e a obra de São Pedro e São Paulo como ensinamento para todos os cristãos de hoje”, afirma o bispo de São José dos Campos, dom José Valmor Cesar Teixeira.

     
    Segundo dom José Valmor, Pedro foi escolhido por Jesus para exercer uma particular missão: aquela de guiar e sustentar a primeira comunidade. O bispo explica que no evangelho de Mateus, Jesus confia a Igreja a Pedro: “Eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; e eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus” (Mt 16, 17-19).

    É neste mesmo primado que o bispo de São José dos Campos afirma que a Igreja reconhece no papa, de cujos símbolos, as chaves e o anel do pescador. Tais apetrechos imediatamente remetem à figura do apóstolo. “Humaníssimo na sua fragilidade, Pedro é, como os outros apóstolos, desanimado no momento terrível da condenação e agonia de Jesus, chegando à negação do Senhor. Mas depois de sua ‘conversão total’ a Jesus, o mesmo faz com que receba o abraço da misericórdia”, diz o bispo.

     

    Continue lendo.

     

    Fonte: CNBB

    Leia Mais >>
  • Também muito conhecida como “Maria, Mãe de Deus”, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é uma das santas mais populares no Brasil principalmente por suas novenas perpétuas, geralmente realizadas às quartas-feira.

     

    A imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que hoje veneramos, apareceu em forma de pintura-quadro e segundo relatos, pintada pelas mãos de São Lucas. Além de médico e escritor, Lucas também era pintor e as pintura feitas por ele eram muito mais do que um simples retratos. Por conta de sua herança grega, ela contém simbolismos e significados escondidos além de uma forte carga de emoção e verdade por trás da beleza da arte.

     

    Continue lendo.

     

    Fonte: Nossa Sagrada Família

    Leia Mais >>
  • A História da Nossa Senhora Rainha da Paz de Medjugorje começa no Leste Europeu, no dia 24 de junho de 1981, quando as primeiras aparições surgiram na pequena cidade chamada de Medjugorje. 


    Nossa Senhora realizou sua primeira aparição para seis jovens chamados Ivanka Ivankovic, Mirjana Dragicevic, Vicka Ivankovic, Ivan Dragicevic, Ivan Ivankovic e Milka Pavlov, que presenciaram a figura da mulher em uma colina chamada Crnica.


    O grupo avistou a mulher carregando uma criança nos braços e que lhes fazia sinal para se aproximarem dela. Entretanto, assustados e com medo, os jovens não se aproximaram.  


    No dia seguinte, no mesmo horário, quatro dos jovens que avistaram Nossa Senhora Rainha da Paz de Medjugorje anteriormente, sentiram-se fortemente atraídos para o mesmo local em que a avistaram e lá, rezaram e conversaram com Nossa Senhora Rainha da Paz de Medjugorje.

     

    Continue lendo.

     

    Fonte: Nossa Sagrada Família

    Leia Mais >>
Veja Mais
Agenda de Eventos
Cadastro
A Ordem dos Pregadores
A Família Dominicana tem sua origem num tempo e numa área geográfica bem longe de nós. Surgiu na Europa da Idade Média, na época das Cruzadas e de Francisco de Assis. Ela brotou a partir da experiência de vida evangélica de São Domingos de Gusmão, aproximadamente em 1170.
Leia Mais
Patrimônio Histórico
Copyright © 2014 VIVERE